Ungulani Ba Ka Khosa

Ungulani Ba Ka Khosa (Presidente do Júri)

Ungulani Ba Ka Khosa (Francisco Esaú Cossa) nasceu em Moçambique, em 1957.
Professor de carreira e escritor com extensa e reconhecida obra publicada, Ungulani Ba Ka Khosa exerceu diversos cargos públicos, entre os quais Diretor do Instituto Nacional do Livro e do Disco, Diretor-adjunto do Instituto Nacional do Cinema e Audiovisual de Moçambique e Presidente da Associação dos Escritores Moçambicanos.

Ungulani Ba Ka Khosa foi agraciado, em 2013, pelo Estado Português com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Obras publicadas:

    • Ualalapi, Associação dos Escritores Moçambicanos (1987); Nandyala (2013);
      Orgia dos Loucos, Associação dos Escritores Moçambicanos (1990); Alcance Editores (2008); Kapulana (2016);
      Histórias de Amor e Espanto, INLD (1993);
      No Reino dos Abutres, Imprensa Universitária (2002);
      Os Sobreviventes da Noite, Texto Editores (2005);
      Choriro, Sextante Editora (2009);
      O Rei Mocho (reconto), Escola Portuguesa de Moçambique (2012); Editora Kapulana (2016);
      Entre as Memórias Silenciadas, Texto Editores (2013).
  • Ualalapi (1987) obteve diversos galardões: Grande Prémio de Ficção Narrativa (1990) e Prémio Nacional de Ficção (1994) e foi considerado um dos 100 melhores romances africanos do século XX (2002).
    Os Sobreviventes da Noite (2005) foi distinguido com Prémio José Craveirinha de Literatura (2007).
    Entre as Memórias Silenciadas (2013) obteve o Prémio BCI de Literatura (2013).

    Teresa Manjate

    Teresa Manjate

    Teresa Manjate é doutorada em Literatura Oral e Tradicional Africana, na especialidade de Provérbios (Paremiologia), mestrada em Literaturas Africanas de Língua Portuguesa e licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, pela Universidade Nova de Lisboa.
    Docente na Faculdade de Letras e Ciências Sociais e investigadora no Centro de Estudos Africanos, da Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, lecionou na Africa University (Zimbabwe), na Universidade da Suazilândia e na Universidade Politécnica (Maputo). Trabalha nas áreas de Literatura Oral, Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Língua Portuguesa e Retórica. É membro da IELT e da Associação Internacional de Paremiologia.

    Paula Mendes

    Paula Mendes

    Paula Mendes, chefe da Divisão de Gestão de Projetos Editoriais da Imprensa Nacional-Casa da Moeda.