• Foto 1 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    Foto 1 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    • Foto 2 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    Foto 2 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    • Foto 3 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    Foto 3 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    • Foto 4 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro
    Foto 4 do produto Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro

Rafael Bordalo Pinheiro, Imagens e Memórias do Teatro

Na caricatura de imprensa de Rafael Bordalo Pinheiro o teatro é recorrente como tema e como metáfora da vida política e social. Profundo conhecedor da arte dos palcos, o caricaturista documenta aspectos da vida teatral de Oitocentos que os registos escritos são insusceptíveis de fornecer.
Pela mão de Rafael Bordalo, a imagem satírica torna-se também espectáculo, simultaneamente espelho e reflexo do mundo entendido como simulacro, no seu complexo jogo social de aparências e na performance dos respectivos «actores». No incessante espectáculo humano que a caricatura bordaliana representa e encena, a vida social e política do país é entendida como uma construção precária, que se vai refazendo de forma muito pouco inventiva, no seio de uma crise permanente e numa instabilidade política, em que a elite, nos mais diversos quadrantes, se mostra incapaz de enfrentar com visão de futuro os novos tempos.

Imagem maximizada

fechar [X]