• Foto 1 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes
    Foto 1 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes
    • Foto 2 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes
    Foto 2 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes
    • Foto 3 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes
    Foto 3 do produto Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes

Trinta Anos Dispersos sobre Teixeira de Pascoaes

Detentor de uma obra que marcou a maturidade do surrealismo em Portugal, Teixeira de Pascoaes (1877-1952), que revelou uma grande predileção mitológica em torno da natureza, transformou-se progressivamente num dos maiores poetas portugueses do século XX. A presente publicação, além de ser uma valiosa recolha de trinta anos de escrita sobre a poesia de Teixeira de Pascoaes é, segundo o seu autor, António Cândido Franco, um «ponto de partida de um trabalho mais largo (explorar em todas as direções as relações do surrealismo português com Teixeira de Pacoaes), hoje apenas em esboço». Refira-se que António Cândido Franco tem contribuído para o estudo de Teixeira de Pascoaes desde 1983. Para o efeito, publicou A Literatura de Teixeira de Pacoaes (2000), participou na reedição da antologia de Mário Cesariny, Poesia de Teixeira de Pascoaes (2002), recenseou livros do e sobre o autor, transcreveu e anotou manuscritos, e arriscou-se na interpretação da natureza desta experiência conhecida como saudade por uns e poesia por outros.

LER AGORA >

Imagem maximizada

fechar [X]