• Foto 1 do produto Beato Sabino
    Foto 1 do produto Beato Sabino
    • Foto 2 do produto Beato Sabino
    Foto 2 do produto Beato Sabino
    • Foto 3 do produto Beato Sabino
    Foto 3 do produto Beato Sabino

Beato Sabino

Ao que chegámos! Nossos velhos já vivem solitários, já morrem abandonados, sozinhos em casa.
Beato Sabino esperou três dias pela autópsia e o laudo médico confirmou morte natural. O corpo foi conservado por mais três dias nos frigoríficos da Psiquiatria da Trindade, sem que houvesse uma viva-alma a reivindicá-lo parentesco. Ora, não sendo de se desperdiçar mais consumo de energia com o cadáver, numa tarde, já com o sol a pôr-se, o corpo foi transportado numa carrinha da municipalidade capitalina, que o entregou no Cemitério da Várzea para ser dado à terra, embrulhado num manto branco, sem cortejo fúnebre, sem os habituais «sentidos pêsames»!

Obra distinguida com o Prémio Literário

Visualizar Obra >

Imagem maximizada

fechar [X]