Pormenor da fachada interior do edifício administrativo
Pormenor da fachada interior do edifício administrativo

Edifício da Casa da Moeda classificado como monumento de interesse público

2 de janeiro de 2013

O edifício da Casa da Moeda foi classificado como monumento de interesse público através de portaria assinada pelo Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, publicada na II Série do Diário da República de 31 de dezembro de 2012.

Aquele diploma fundamenta a classificação do edifício no seu valor estético, técnico e material intrínseco, no «génio do respetivo criador», o arquiteto Jorge Segurado, na sua conceção arquitetónica e urbanística, na sua importância do ponto de vista da investigação histórica ou científica e no caráter matricial do bem.

Além da classificação, aquela portaria fixa ainda a zona especial de proteção do edifício, tendo em atenção os condicionamentos do local e, em especial, a sua inter-relação com o imóvel, abrangendo a envolvente urbanística próxima e privilegiando sempre que possível uma relação visual de e para com o imóvel.

O diploma destaca a abordagem inovadora da arquitetura do edifício, que se afastava do Modernismo internacional mais ortodoxo para se aproximar de experiências menos divulgadas no nosso país, sublinhando que, devido ao seu caráter funcional, a Casa da Moeda não tem paralelismo tipológico em Portugal, detendo igualmente valor único enquanto testemunho da complexa modernidade portuguesa.

Imagem maximizada

fechar [X]