O livro dá a conhecer 500 recriações do ícone das festas de Lisboa
O livro dá a conhecer 500 recriações do ícone das festas de Lisboa

Apresentação do livro 500 Sardinhas

1 de julho de 2013

A INCM e a EGEAC apresentaram, no dia 26 de junho, o livro 500 Sardinhas, uma edição especial que assinala o 10.º aniversário da sardinha enquanto ícone das festas de Lisboa e que reúne uma seleção de 500 criações, incluindo os dez trabalhos vencedores do concurso realizado este ano.

A apresentação da obra decorreu na Galeria Millenium - Fundação Millenium BCP, sita na Rua Augusta, onde grande parte dos desenhos originais que compõem esta edição podem ser admirados pelo público até dia 24 de agosto na exposição A Sardinha é de Todos.

No lançamento da obra estiveram presentes António Osório, em representação da INCM, Miguel Honrado, em nome da EGEAC, e Fernando Nogueira, pela Fundação Millenium BCP, além de Jorge Silva, do atelier Silvadesigners, responsável pela direção criativa do concurso que, desde 2010, elege as sardinhas mais criativas.

A sardinha, enquanto imagem de marca das festas de Lisboa, surgiu pela primeira vez em 2003, fruto da colaboração entre a EGEAC e o atelier Silvadesigners, sob a direção artística de Jorge Silva, tornando-se, desde logo, um fenómeno de design sucessivamente reinventado por diversos artistas.

Em 2010 surge o primeiro concurso internacional de design da imagem da sardinha, a que já sucederam outras duas edições, tendo a edição de 2013 contado com mais de seis mil propostas de nacionalidades diversas, de onde saíram dez vencedores.

Imagem maximizada

fechar [X]