Inauguração do núcleo das moedas portuguesas na Casa da Moeda
Inauguração do núcleo das moedas portuguesas na Casa da Moeda

Exposição numismática «Colecção D. Luís»

31 de outubro de 2013

Foi ontem inaugurada a segunda parte da exposição numismática «Colecção D. Luís», considerada a maior e mais importante coleção numismática do País, com moedas compreendidas entre o séc. IV a. C. e o séc. XIX, que irá estar em exibição no átrio da Casa da Moeda e no Paço Ducal de Vila Viçosa até 31 de janeiro do próximo ano.

Desta vez, as moedas que estiveram em exposição há cerca de um ano trocaram de lugar, para mostrar as moedas greco-romanas, suevas, visigodas e muçulmanas no Paço Ducal de Vila Viçosa e as moedas portuguesas, cunhadas entre os reinados de D. Afonso Henriques e D. Pedro V, no átrio da Casa da Moeda.

Durante a inauguração, na Casa da Moeda, António Osório, presidente do Conselho de Administração da Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), e Vasco Nunes da Silva, vogal do conselho administrativo da Fundação da Casa de Bragança, sublinharam o sucesso da parceria estabelecida entre as duas entidades, uma opinião partilhada também em Vila Viçosa por Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da Fundação da Casa de Bragança, que afirmou que a exposição «é o resultado de uma colaboração muito feliz entre as instituições».

Na inauguração estiveram também os restantes membros do conselho de administração da INCM, Maria Luísa Pacheco e Rodrigo Brum, tendo este último destacado a «importância, a beleza, e a raridade das moedas em exposição, algumas delas exemplares únicos», elementos que as pessoas puderam constatar durante as visitas guiadas pelos dois núcleos expositivos, a cargo dos especialistas Javier Salgado, na Casa da Moeda, e Godinho de Miranda, em Vila Viçosa.

Entre as raridades encontram-se dois trientes visigodos, um de Egitânia (Idanha-a-Velha) e outro de Veseo (Viseu), e a Dobra de 24 escudos de D. João V, moedas que podem ser admiradas no Paço Ducal de Vila Viçosa, à terça-feira, das 14 às 17 horas, de quarta-feira a sexta-feira, das 10 às 13 horas e das 14 às 17 horas, e ao fim de semana, das 9.30 às 13 horas e das 14 às 17 horas, e no átrio da Casa da Moeda, de segunda-feira a sexta-feira, das 9 horas às 18 horas.

Nos dias 12 e 19 de dezembro e nos dias 14 e 28 de janeiro, entre as 15 e as 16 horas, realizam-se visitas guiadas à exposição numismática «Colecção D. Luís», para grupos até 10 pessoas e mediante marcação prévia, com a antecedência de uma semana, através do e-mail antonia.chora@incm.pt

Imagem maximizada

fechar [X]