75.ª reunião do Comité Permanente da Convenção dos Metais Preciosos
75.ª reunião do Comité Permanente da Convenção dos Metais Preciosos

Lisboa acolhe reuniões do Comité Permanente da Convenção dos Metais Preciosos e da Associação Internacional das Contrastarias

22 de setembro de 2014

Está a decorrer em Lisboa, no Hotel Tivoli Oriente, a 75.ª reunião do Comité Permanente da Convenção dos Metais Preciosos, que conta com a participação de representantes de 26 países, sendo Portugal representado pela INCM, através da sua Unidade de Contrastarias.

A Convenção dos Metais Preciosos é um tratado internacional sobre o comércio transfronteiriço de artefactos de metais preciosos, aberto a qualquer Estado que faça parte das Nações Unidas e que tenha condições para o ensaio e marcação independente de artefactos de metais preciosos.

Neste momento são membros efetivos da Convenção 19 países (Áustria, Chipre, República Checa, Dinamarca, Finlândia, Hungria, Irlanda, Israel, Letónia, Lituânia, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Eslováquia, Eslovénia, Suécia, Suíça e Reino Unido) e estão em processo de adesão a Croácia, a Itália, a Servia, o Sri Lanka e a Ucrânia.

Cada país membro assume o compromisso de permitir que os produtos marcados com a marca da Convenção, a chamada marca comum de controlo, sejam importados sem posteriores testes e marcações.

Amanhã, dia 23, o Hotel Tivoli Oriente acolhe a 14.ª reunião da Associação Internacional das Contrastarias, na qual se encontram representadas contrastarias de 26 países, entre elas as Contrastarias da INCM de Lisboa e do Porto.

A reunião é uma oportunidade para trocar experiências, dar a conhecer ensaios laboratoriais comparativos e apresentar assuntos técnicos de interesse geral, onde cada contrastaria recolhe informação sobre os diferentes equipamentos e formas de trabalho desenvolvidos pelas suas congéneres.

Imagem maximizada

fechar [X]