José Espiga Pinto (1940-2014)
José Espiga Pinto (1940-2014)

INCM lamenta o desaparecimento do artista plástico Espiga Pinto

2 de outubro de 2014

A INCM lamenta o desaparecimento do artista plástico Espiga Pinto, autor de várias moedas produzidas pela INCM, que faleceu ontem, aos 74 anos, na cidade do Porto, deixando mais pobre o universo da arte portuguesa.

Natural de Vila Viçosa, José Espiga Pinto realizou mais de 80 exposições individuais e inúmeras exposições coletivas ao longo do seu percurso artístico, preenchido com trabalhos nas áreas da pintura, do desenho, da escultura e da medalhística.

O seu trabalho mereceu vários galardões, designadamente o Prémio da Bienal de São Paulo, em 1973, e está representado em coleções nacionais e estrangeiras, públicas e privadas, nomeadamente no Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão, da Fundação Calouste Gulbenkian, no Museu do Desporto e no Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado.

Entre os trabalhos realizados para a INCM, destacam-se a moeda «Ano Internacional dos Oceanos», galardoada com o Prémio Coty – Melhor Moeda Comemorativa do Ano, atribuído pela World Coin News em 2000, a moeda «A Passarola – Série Europa», em 2007, a moeda «Camões – Série Portugal Universal», em 2010, e a moeda «Encontro de dois Mundos – Série Ibero-Americana», em 2013, ou a «Medalha Comemorativa do Centenário de José Marinho», em 2004.

Imagem maximizada

fechar [X]