Vinheta em braille no Passaporte Eletrónico Português
Vinheta em braille no Passaporte Eletrónico Português

Passaporte português é o primeiro da UE com vinheta em braille

29 de junho de 2018

O passaporte eletrónico português (PEP), quando emitido a cidadãos com deficiência visual, passa a incluir uma vinheta em braille, uma medida pioneira na União Europeia que permitirá ao titular do passaporte identificar o nome, o número e a data de validade do documento.

A vinheta em braille foi desenvolvida pela INCM em conjunto com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), tendo contado com o apoio da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal.

Esta nova funcionalidade foi apresentada ontem durante uma cerimónia que assinalou os 42 anos de existência do SEF, onde esteve presente Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, ela própria cega, que recebeu o seu novo passaporte com a vinheta em braille.

De acordo com o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, há vários países a trabalhar neste sentido, mas Portugal foi o primeiro país a ter o passaporte com este tipo de grafia «em pleno funcionamento».

Imagem maximizada

fechar [X]