A 3.ª edição do Prémio contou com mais de oitenta candidaturas
A 3.ª edição do Prémio contou com mais de oitenta candidaturas

Conheça os cinco primeiros selecionados da 3.ª edição do Prémio IN3+

19 de fevereiro de 2021

Os projetos HIGHLIGHT, AlCeBlock, Sistema de Pagamentos offline baseado em blockchain, MOBA e IDINA são as cinco ideias finalistas da 3.ª edição do Prémio IN3+, o maior prémio dedicado à inovação em Portugal, promovido pela Imprensa Nacional–Casa da Moeda (INCM).

Entre as mais de oitenta candidaturas, as ideias que mais se destacaram nesta edição centram-se em soluções de segurança com recurso a nanotecnologia, blockchain e biométrica.

O HIGHLIGHT, ideia da equipa de Nano-Fotónica do Prof. Manuel J. Mendes, tem como objetivo desenvolver uma tinta composta por nanopartículas que permitem manipular a luz, dando a possibilidade única de variação ótica visível ou invisível ao olho humano. De acordo com os criadores, este produto poderá ser muito útil ao mercado de anti-contrafação, por exemplo para aplicar em todo o tipo de documentos e selos de segurança.

As duas ideias que se seguem apostam numa das grandes inovações dos últimos anos: o blockchain. A ideia AICeBlock - Artificial Intelligence Certification through the Blockchain –, apresentada por uma equipa da Fraunhofer Portugal, liderada por André Carreiro, propõe o desenvolvimento de uma plataforma, sustentada em blockchain, que permita fomentar a confiança em aplicações de base em Inteligência Artificial através da sua certificação. Com esta solução será possível interpretar, rastear e auditar as previsões dos modelos “inteligentes” usados em áreas como a condução autónoma ou diagnóstico por computador. Já outra das ideias apresentadas neste segmento pela MOVTZ Lda, uma Startup incubada no Instituto Pedro Nunes, centra-se num Sistema de Pagamentos Offline baseado em blockchain, que pretende ser a solução para a falta de rede ou intermitência sem colocar em causa os pagamentos ou até mesmo o desenvolvimento de um sistema de pagamento eletrónico off-line baseado em blockchain, sem que em qualquer um dos casos haja prejuízo para a segurança das transações.

Numa área diferente encontra-se a MOBA - Multimodal Ocular Biometric Authentication. Esta ideia, apresentada pela equipa liderada por Filipe Soares, da Fraunhofer Portugal, quer utilizar a biométrica ocular na autenticação das pessoas mas tornando-se na primeira a recorrer a três critérios para o fazer: o padrão da íris, a estrutura da retina com padrões estocásticos gerados pelos vasos sanguíneos e o reflexo luminoso pupilar.

Já a IDINA – Identidade Digital Inclusiva Não Autoritativa – apresentada por João Marco Silva, Vítor Fonte e António Sousa, investigadores do INESC TEC, Universidade do Minho e UNU-EGOV, pretende solucionar os problemas que decorrem da inexistência de sistemas centrais de identificação, uma realidade que afeta muitos Estados e mais de mil milhões de cidadão em todo o mundo.

Destas ideias, três serão as finalistas da 3.ª edição do prémio IN3+. Os lugares no pódio serão revelados no evento de entrega dos prémios, que deverá decorrer, previsivelmente, no mês de março.

Gonçalo Caseiro, Presidente do Conselho de Administração da INCM, assinala que “esta terceira edição do Prémio IN3+ consolida, de forma promissora, a rede colaborativa, cada vez mais ampla, entre a INCM, a academia, os centros de investigação e as startups portuguesas. A melhor forma de construir o futuro desta empresa multicentenária que continua a fazer parte do dia-a-dia de todos os cidadãos é promovendo e potenciando a investigação e a inovação feita nas nossas universidades, aplicando-as aos nossos produtos e serviços e a todas as áreas de atuação. Estamos a inovar hoje para preparar o amanhã”.

Nesta terceira edição do Prémio IN3+, mesmo com todos os constrangimentos que todos temos vivenciado, foram concretizadas 87 candidaturas, vindas de mais de 30 entidades, entre Universidades, Centros de Investigação, empresas e startups, de norte a sul do País, incluindo, pela primeira vez, participações a nível internacional.

Imagem maximizada

fechar [X]