Ruy Cinatti foi poeta, agrónomo e antropólogo português.

Para além de grande poeta, com larga obra editada e nome constante do catálogo da INCM, Ruy Cinatti trabalhou em Timor durante vários anos, tendo desempenhado diversos cargos. Foi chefe de gabinete do Governador e diretor dos Serviços de Agricultura.

Em Timor realizou e publicou diversos estudos científicos no âmbito da Fitogeografia e Antropologia.

A 10 de junho de 1992 foi agraciado a título póstumo com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.