Vaco Graça Moura

Vasco Graça Moura (foto: Rita Carmo)

Prémio Imprensa Nacional/Vasco Graça Moura

A INCM criou o Prémio Imprensa Nacional/Vasco Graça Moura, dando continuidade à sua missão, enquanto editora pública, de promoção e preservação do património da língua e da cultura portuguesas e, simultaneamente, homenageando a figura incontornável e exemplar de Vasco Graça Moura enquanto cidadão, intelectual e antigo administrador da empresa responsável pelo pelouro editorial.

O galardão terá uma periodicidade anual e visa distinguir, rotativamente, trabalhos inéditos nas áreas de atuação onde Vasco Graça Moura se destacou, nomeadamente, na Poesia, no Ensaio (no domínio das Humanidades) e na Tradução (obras no domínio público).

O júri deste Prémio é constituído por:

  Pedro Mexia (Presidente)
  Jorge Reis-Sá
  Joana Matos Frias

Além do valor pecuniário, o Prémio Imprensa Nacional/Vasco Graça Moura contempla ainda a publicação da obra vencedora pela INCM.


A 6.ª edição do prémio, em 2020, é dedicada à Tradução (obras de autores em domínio público).


Vencedor do Prémio Imprensa Nacional/Vasco Graça Moura 2020 (6.ª edição, Tradução - obras de autores em domínio público)

Sartor Resartus, de Thomas Carlyle
Trad. Maria Teresa Aica Figueiredo de Bairos


Menção Honrosa

Canto Errante,, de Rubén Darío
Trad. Miguel Filipe Pateiro Mochila


Siga a página do Prémio Vasco Graça Moura no Facebook
Siga o Prémio Vasco Graça Moura no Twitter
Siga o Prémio Vasco Graça Moura no youtube